Discografia

Ao vivo em Canoas (2018)

Ao vivo em Canoas (2018)

De que vale o dia ter um lindo sol
De que vale a noite com o brilho sereno
Se longe de mim você está
Se longe de mim você está
 
Amor eu quero te encontrar
Ficar juntinho de você
Você é minha fantasia
E me faz viver
Se hoje o sol não brilhar
Eu sei que estarei te perdendo
Pois sem o seu amor
Eu estou morrendo
 
Eu vou te amar
Gritar até que um dia você possa ouvir
Ouvir da minha boca, te dizer
Que o amor da minha vida é você
Eiê eiê
 
De que vale o dia ter um lindo sol
De que vale a noite com o brilho sereno
Se longe de mim você está
Se longe de mim você está
 
Eu vou te amar
Gritar até que um dia você possa ouvir
Ouvir da minha boca, te dizer
Que o amor da minha vida é você
Eiê eiê

Fechar Letra

Hoje eu vou sair pra dançar
E se a saudade me procurar, ninguém me viu
Hoje eu acordei virada
Tô do avesso e até minha lágrima sorriu
 
Larguei de mão
De quem não quis me dar a mão
Coração não é mais pau mandado
Só faltava um empurrão bem dado
Pra acordar pra vida e eu não tô sozinha
Eu tô com a Ivete Sangalo
 
Avisa que eu cheguei
Que a gente vive apenas uma vez
Então se arrisca, beija, acerta, erra
O amor não vem com estrela na testa
 
Avisa que eu cheguei
E a gente vive apenas uma vez
Então se arrisca, beija, acerta, erra
O amor não vem com estrela na testa
 
Se deu certo, bem
Se não deu certo, ótimo
Próximo, próximo
 
Se deu certo, bem
Se não deu certo, ótimo
Próximo, próximo
 
Larguei de mão
De quem não me quis dar a mão
Coração não é mais pau mandado
Só faltava um empurrão bem dado
Pra acordar pra vida e eu não tô sozinha
Eu tô com Naiara Azevedo
 
Avisa que eu cheguei
E a gente vive apenas uma vez
Então se arrisca, beija, acerta, erra
O amor não vem com estrela na testa
 
Avisa que eu cheguei
Que a gente vive apenas uma vez
Então se arrisca, beija, acerta, erra
O amor não vem com estrela na testa
 
Avisa que eu cheguei
Que a gente vive apenas uma vez
Então se arrisca, beija, acerta, erra
O amor não vem com estrela na testa
 
Avisa que eu cheguei
Que a gente vive apenas uma vez
Então se arrisca, beija, acerta, erra
O amor não vem com estrela na testa
 
Se deu certo, bem
Se não deu certo, ótimo
Próximo, próximo!
 
Se deu certo, bem
Se não deu certo, ótimo
Próximo, próximo!

Fechar Letra

Sentei pra tomar uma cerveja
E caiu sobre a mesa o retrato dela
Da minha carteira
Não consegui segurar
Coração disparou e olhando pra ela
Meu mundo parou
 
Quando vi já tinha tomado 9
E o bom que na vida tudo se resolve
O fim de semana vem se aproximando
E a hora de voltar pra casa está quase chegando
Hora de matar saudades da nega
 
Ôouoh oouoh oouoh oouoh oouoh
Que saudade da nega
Que saudade da nega!
Que me leva ao céu, que me faz tão bem
Que me leva além do amor!
 
Quando vi já tinha tomado 9
E o bom que na vida tudo se resolve
O fim de semana vem se aproximando
E a hora de voltar pra casa está quase chegando
Hora de matar saudades da nega
 
Ôouoh oouoh oouoh oouoh oouoh
Que saudade da nega
Que saudade da nega!
Que me leva ao céu, que me faz tão bem
Que me leva além do amor!

Fechar Letra

Por ti cruzo o rio do inferno
Escalo a serra do mar
E as juras de amor eterno
Logo vão se realizar
 
Distância será vencida
És tudo és minha vida
Não da mais pra esperar
Vou partir pra te buscar
 
Amor de infância não pode acabar
Cresci em outro lugar ainda me sinto uma criança
E criança diz tudo o que sente de verdade
Eu tô morrendo de saudade não vejo a hora de voltar
 
Por ti cruzo o rio do inferno
Escalo a serra do mar
E as juras de amor eterno
Logo vão se realizar
Distância será vencida
És tudo és minha vida
Não da mais pra esperar
Vou partir pra te buscar
 
Amor de infância não pode acabar
Cresci em outro lugar ainda me sinto uma criança
E criança diz tudo o que sente de verdade
Eu tô morrendo de saudade não vejo a hora de voltar

Fechar Letra

Todos os dias na escola quando via você
Meu coração batia forte eu nem sabia porque
Eu era apenas um menino descobrindo a paixão
Eu te olhava todo tempo e nem sabia a razão
Até que um dia seus olhos olharam nos meus
Suas mãos na minha mão tocou
O primeiro beijo me fez entender
O que eu sentia era amor
Tudo parecia um sonho
Dentro de mim era só felicidade
Até que meu pai me falou:
"Meu filho nós vamos pra outra cidade."
 
Cresci longe da menininha
Eu nunca esqueci a minha menininha
 
Ah! Avisa que tô voltando
Avisa que eu tô chegando
Eu voltei pra gritar
Te amo, te amo, te amo, te amo
 
Ah! Avisa que tô voltando
Avisa que eu tô chegando
Eu voltei pra gritar
Te amo, te amo, te amo, te amo
 
Até que um dia seus olhos olharam nos meus
Suas mãos na minha mão tocou
O primeiro beijo me fez entender
O que eu sentia era amor
Tudo parecia um sonho
Dentro de mim era só felicidade
Até que meu pai me falou:
"Meu filho nós vamos pra outra cidade."
 
Cresci longe da menininha
Eu nunca esqueci a minha menininha
 
Ah! Avisa que tô voltando
Avisa que eu tô chegando
Eu voltei pra gritar
Te amo, te amo, te amo, te amo
 
Ah! Avisa que tô voltando
Avisa que eu tô chegando
Eu voltei pra gritar
Te amo, te amo, te amo, te amo
 
Ah! Que saudade da minha menininha!
Que saudade da minha menininha!
Que saudade da minha menininha!
Que saudade da minha menininha!

Fechar Letra

Vai, vai bater saudade vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu tento te esquecer
O coração grita você
Vai, vai bater saudade vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu peço pra esquecer
 
Eu rezo e choro por você ainda mais
E agora sem você é duro de entender
Que tudo se perdeu, lembrar você e eu
Me bate o desespero, amor sinto seu cheiro
Lembrança de nós dois e tudo o que se foi
No nosso lençol as suas digitais
Nossa primeira vez, teu cheiro e muito mais
Se tudo tem resposta, então me diz porque
Que mesmo tão distante eu faço planos com você
 
Vai, vai bater saudade vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu tento te esquecer
O coração grita você
Vai, vai bater saudade vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu peço pra esquecer
Eu rezo e choro por você ainda mais

Fechar Letra

E se eu dispir minha alma 
Será que ela também te excita? 
As vezes o amor se disfarça embaixo dos lençóis, reflita
Tenho vontade de ir mais fundo 
Mas não tenho certeza se ainda posso 
Certeza eu tenho que posso ir além do que virar seus olhos
Além de transpirar seus poros 
Além de arrancar sua roupa 
Além de apresentar o caminho que você percorre com a sua boca 
Mas ó, é só uma ideia boba, é só uma ideinha boba
Tudo bem 
Se é pra você me usar o que que tem? 
Só de 'tá com você fico bem 
Posso não ser o amor da sua vida
Tudo bem 
Se é pra você me usar o que que tem? 
Tanto faz se você não me ama 
Posso não ser o amor da sua vida 
Mas eu sou o amor da sua cama
Mas eu sou o amor da sua cama
Tenho vontade de ir mais fundo 
Mas não tenho certeza se ainda posso 
Certeza eu tenho que posso ir além do que virar seus olhos
Além de transpirar seus poros 
Além de arrancar sua roupa 
Além de apresentar o caminho que você percorre com a sua boca 
Mas ó, é só uma ideia boba, é só uma ideinha boba
Tudo bem 
Se é pra você me usar o que que tem? 
Só de 'tá com você fico bem 
Posso não ser o amor da sua vida
Tudo bem 
Se é pra você me usar o que que tem? 
Tanto faz se você não me ama 
Posso não ser o amor da sua vida
Tudo bem 
Se é pra você me usar o que que tem? 
Só de 'tá com você fico bem
Tudo bem 
Se é pra você me usar o que que tem? 
Tanto faz se você não me ama 
Posso não ser o amor da sua vida
Mas eu sou o amor da sua cama 
Mas eu sou o amor da sua cama 
Tudo bem 
Tudo bem

Fechar Letra

Por favor me leve para o hospital
Porque estou passando muito mal
Bebi... demais!
 
O enfermeiro me examinou e disse
Pra sua dor, aqui nada existe
É... Amor
 
Enfermeiro por favor
Como encontro a cura pr'essa dor
 
De beber já cansei
Em boteco morei
Lá não consegui curar
Meu remédio não tá la
Tem que ser por aqui
Que essa dor vai sumir
 Enfermeiro por favor
 Me ajude ou vou morrer de amor

Fechar Letra

Amor, não é segredo entre a gente
Que o meu término é recente
E você tá arrumando o que ela revirou
 
E esse sentimento pendente
Que insiste em bagunçar a minha mente
Vai passar um dia, mas ainda não passou
 
Eu sei que você poderia ter escolhido alguém menos complicado
Que não tivesse, no presente, uma pessoa do passado
Aceitar essa situação é uma forma de amor
Mas eu preciso que você me faça só mais um favor
 
Ainda não me chame de meu nego
Ainda não me chame de bebê
Porque era assim que ela me chamava
E um apelido carinhoso é o mais difícil de esquecer
 
Ainda não me chame de meu nego
Ainda não me chame de bebê
Porque era assim que ela me chamava
E um apelido carinhoso é o mais difícil de esquecer
 
Eu sei que você poderia ter escolhido alguém menos complicado
Que não tivesse, no presente, uma pessoa do passado
Aceitar essa situação é uma prova de amor
Mas eu preciso que você me faça só mais um favor
 
Ainda não me chame de meu nego
Ainda não me chame de bebê
Porque era assim que ela me chamava
E um apelido carinhoso é o mais difícil de esquecer
 
Ainda não me chame de meu nego
Ainda não me chame de bebê
Porque era assim que ela me chamava
E um apelido carinhoso é o mais difícil de esquecer
 
Ainda não me chame de meu nego
Ainda não me chame de bebê
Porque era assim que ela me chamava
E um apelido carinhoso é o mais difícil de esquecer
 
Ainda não me chame de meu nego
Ainda não me chame de bebê
Porque era assim que ela me chamava
E um apelido carinhoso é o mais difícil de esquecer

Fechar Letra

Aí você escolhe a melhor roupa
Aí você arruma o seu cabelo
E sai com aquela sua amiga louca
Que diz que o bom da vida é ser solteiro
 
Me diz se adiantou alguma coisa
Procurar alívio passageiro
Beijar umas quatro ou cinco bocas
Com beijos que não têm gosto de beijo
 
Aí lembrou de mim, não teve jeito
Aí lembrou de mim, não teve jeito
 
Beijou a boca errada, lembrou da boca certa
Entrou numa gelada, lembrou da minha coberta
Sabe esse alguém perfeito que você tanto espera?
Eu era, eu era
 
Aí você se lembra que a gente se completa
E vai voltar pra mim, se for um pouco esperta
Porque esse alguém perfeito que você tanto espera
Eu era, eu era
Eu era
 
Aí você escolhe a melhor roupa
Aí você arruma o seu cabelo
E sai com aquela sua amiga louca
Que diz que o bom da vida é ser solteiro
 
Me diz se adiantou alguma coisa
Procurar alívio passageiro
Beijar umas quatro ou cinco bocas
Com beijos que não têm gosto de beijo
 
Aí lembrou de mim, não teve jeito
Aí lembrou de mim, não teve jeito
 
Beijou a boca errada, lembrou da boca certa
Entrou numa gelada, lembrou da minha coberta
Sabe esse alguém perfeito que você tanto espera?
Eu era, eu era
 
Aí você se lembra que a gente se completa
E vai voltar pra mim, se for um pouco esperta
Porque esse alguém perfeito que você tanto espera
Eu era, eu era
 
Beijou a boca errada, lembrou da boca certa
Entrou numa gelada, lembrou da minha coberta
Sabe esse alguém perfeito que você tanto espera?
Eu era, eu era
 
Aí você se lembra que a gente se completa
E vai voltar pra mim, se for um pouco esperta
Porque esse alguém perfeito que você tanto espera
Eu era, eu era, eu era
Eu era

Fechar Letra

Alô! Tô ligando pra saber como você está
Eu tava à toa e por isso resolvi ligar
Pra contar que sonhei com você
Alô! É tão bom ouvir de novo a sua voz
Apesar da distância que há entre nós
Tem uma coisa que eu preciso dizer
 
Na verdade eu liguei
E esse sonho inventei pra te ouvir
E pra contar que chorei
E a solidão tava doendo em mim
Oh, ah! ... eu só menti pra não sofrer
Oh, ah! ... eu só queria te dizer:
Tô morrendo de saudade de você!
 
Alô! Tô ligando pra saber como você está
Eu tava à toa e por isso resolvi ligar
Pra contar que sonhei com você
Alô! É tão bom ouvir de novo a sua voz
Apesar da distância que há entre nós
Tem uma coisa que eu preciso dizer
 
Na verdade eu liguei
Esse sonho inventei pra te ouvir
E pra contar que chorei
E a solidão tava doendo em mim
Oh, ah! ... eu só menti pra não sofrer
Oh, ah! ... eu só queria te dizer:
Tô morrendo de saudade de você!

Fechar Letra

Ela ligou terminando
Tudo entre eu e ela
E disse que encontrou
Outra pessoa
 
Ela jogou os meus sonhos
Todos pela janela
E me pediu pra entender
Encarar numa boa
 
Como se o meu coração
Fosse feito de aço
Pediu pra esquecer
Os beijos e abraços
E pra machucar
Ainda brincou comigo
 
Disse em poucas palavras
"Por favor entenda
O seu nome vai
Ficar na minha agenda
Na página de amigos"
 
Como é que eu posso ser amigo
De alguém que eu tanto amei
Se ainda existe aqui comigo
Tudo dela e eu não sei
 
Não sei o que eu vou fazer
Pra continuar a minha vida assim
Se o amor que morreu dentro dela
Ainda vive em mim
 
Ela jogou os meus sonhos
Todos pela janela
E me pediu pra entender
Encarar numa boa
 
Como se o meu coração
Fosse feito de aço
Pediu pra esquecer
Os beijos e abraços
E pra machucar
Ainda brincou comigo
 
Disse em poucas palavras
"Por favor entenda
O seu nome vai
Ficar na minha agenda
Na página de amigos"
 
Como é que eu posso ser amigo
De alguém que eu tanto amei
Se ainda existe aqui comigo
Tudo dela e eu não sei
 
Não sei o que eu vou fazer
Pra continuar a minha vida assim
Se o amor que morreu dentro dela
Ainda vive em mim
Se o amor que morreu dentro dela
Ainda vive em mim

Fechar Letra

E nessa loucura de dizer que não te quero
Vou negando as aparências
Disfarçando as evidências
Mas pra que viver fingindo
Se eu não posso enganar meu coração?
Eu sei que te amo!
 
Chega de mentiras
De negar o meu desejo
Eu te quero mais que tudo
Eu preciso do seu beijo
Eu entrego a minha vida
Pra você fazer o que quiser de mim
Só quero ouvir você dizer que sim!
 
Diz que é verdade, que tem saudade
Que ainda você pensa muito em mim
Diz que é verdade, que tem saudade
Que ainda você quer viver pra mim

Fechar Letra

Violeiro mandando laçassos de dedos
Um ronco de gaita, chinelo a bailar
Tinindo pandeiro apeei do cavalo
Troteando no embalo de quem quer dançar
Cheguei bem louco, guaiaca recheada
Virar madrugada é minha vocação
Vou me espalhando no meio da sala
Com a china mais linda lá do meu rincão
 
Pra já começo o namoro no bailado da vanera
Aquela noite grongueira mel de amor no coração
Num canto velho um lampião dando brilho pra beleza
E a vanera da certeza de casório no galpão
 
Fui criado tipo bicho
Grudado igual carrapicho em china, canha e vanera
Sou de lombo de cavalo
Sou cuiudo e não me calo pra borracho bagaceira
Mas se china da carinho de xucro fico mansinho
Já carrego pro meu rancho
Nos meus braços eu engancho e não vou dormir sozinho

Fechar Letra

Olha, agora que eu me conformei você volta
Diz que seu desespero fez bater na minha porta
Entra, senta no sofá da sala que você deitava
É nele que a gente dormia com a TV ligada
 
Não sei o que veio fazer, pra mim não importa
Não venha pedir pra esquecer quem jogou fora
 
Você me trocou por alguém pior que eu
Trocou meu amor por alguém que é infiel
Sua vez de sofrer, não valeu me perder
Parabéns pra você
 
Você me trocou por alguém pior que eu
Trocou meu amor por alguém que é infiel
Sua vez de sofrer, não valeu me perder
Parabéns pra você
 
Entra, senta no sofá da sala que você deitava
É nele que a gente dormia com a TV ligada
 
Não sei o que veio fazer, pra mim não importa
Não venha pedir pra esquecer quem jogou fora
 
Você me trocou por alguém pior que eu
Trocou meu amor por alguém que é infiel
Sua vez de sofrer, não valeu me perder
Parabéns pra você
 
Você me trocou por alguém pior que eu
Trocou meu amor por alguém que é infiel
Sua vez de sofrer, não valeu me perder
Parabéns pra você

Fechar Letra

Hoje eu acordei de um sonho tão bonito
Sonhava com nós dois num longo paraíso
Pena que ainda não é real, e tudo era especial
 
Vou dormir denovo pra voltar no sonho
Fazer de tudo eu vou buscar
O amor que vi no sonho
E espero que consiga encontrar
 
Quero encontrar com você e me atirar nos teus braços
Quero sentir seu abraço, quero seu corpo colado no meu
Quero encontrar com você, quero beijar tua boca
Com essa sensação louca, quero dizer que sempre serei teu
 
Eu quero voltar no sonho, só pra te beijar denovo
Passar o tempo fazendo amor, só com você nos meus sonhos eu vou
No outro dia denovo eu quero ficar sonhando
O meu desejo é não acordar, olhos abertos não posso te amar!
 
Quero encontrar com você e me atirar nos teus braços
Quero sentir seu abraço, quero seu corpo colado no meu
Quero encontrar com você, quero beijar tua boca
Com essa sensação louca, quero dizer que sempre serei teu
 
Eu quero voltar no sonho, só pra te beijar denovo
Passar o tempo fazendo amor, só com você nos meus sonhos eu vou
No outro dia denovo eu quero ficar sonhando
O meu desejo é não acordar, olhos abertos não posso te amar!

Fechar Letra

1 - Ventos que sopram
2 - Pétalas caídas
3 - Mãe campeira

Fechar Letra

Me desculpe vir aqui desse jeito
Me perdoe o traje de maloqueiro
De camisa larga e boné pra trás
Bem na hora da novela que a senhora gosta mais
 
Faz 3 dias que eu não durmo direito
Sua filha me deixou desse jeito
E o que ela mais fala é que a senhora é brava
Mas hoje eu não vou aceitar levar um não pra casa
 
Dona Maria
Deixa eu namorar a sua filha
Vai me desculpando a ousadia
Essa menina é um desenho no céu
 
Dona Maria
Deixa eu namorar a sua filha
Vai me desculpando a ousadia
Essa menina é um desenho no céu
Que Deus pintou e jogou fora o pincel
 
Me desculpa vir aqui desse jeito
Me perdoa o traje de maloqueiro
De camisa larga e boné pra trás
Bem na hora da novela que a senhora gosta mais
 
Faz 3 dias que eu não durmo direito
Sua filha me deixou desse jeito
E o que ela mais fala, que a senhora é brava
Mas hoje eu não vou aceitar levar um não pra casa
 
Dona Maria
Deixa eu namorar a sua filha
Vai me desculpando a ousadia
Essa menina é um desenho no céu
 
Dona Maria
Deixa eu namorar a sua filha
Vai me desculpando a ousadia
Essa menina é um presente no céu
Que Deus pintou e jogou fora o pincel
 
Dona Maria
Deixa eu namorar a sua filha
Vai me desculpando a ousadia
Essa menina é um desenho no céu
 
Dona Maria
Deixa eu namorar a sua filha
Vai me desculpando a ousadia
Essa menina é um desenho no céu
Que Deus pintou e jogou fora o pincel

Fechar Letra

Bacana, como tá legal aqui
Você é sempre um bom motivo pra eu querer ser feliz
Me dá um gole dessa sua paz
Que hoje eu te vi trocando a roupa e tá bonito demais
É doce, cê tem um jeito doce
O seu olhar é doce, é doce
 
E aí, me leva pra qualquer lugar
Porque se for ideia sua, acho que eu devo gostar
Independente do que acontecer
O teu sorriso volta e meia vai permanecer
Doce, cê tem um jeito doce
O seu olhar é doce, doce
 
Mas gosta de boteco e de cerveja de garrafa
E nunca ligou pra toda fumaça que eu faço
E toda vez que eu relaxo
Eu imagino um mundo belo assim, com você do lado
 
Gosta de boteco e de cerveja de garrafa
E nunca ligou pra toda fumaça que eu faço
E toda vez que eu relaxo
Eu imagino um mundo belo assim, com você do lado
 
Bacana, como tá legal aqui
Você é sempre um bom motivo pra eu querer ser feliz
Me dá um gole dessa sua paz
Hoje eu te vi trocando a roupa e tá bonito demais
É doce, cê tem um jeito doce
O seu olhar é doce, é doce
 
E aí, me leva pra qualquer lugar
Porque se for ideia sua, acho que eu devo gostar
Independente do que acontecer
O teu sorriso volta e meia vai permanecer
Doce, cê tem um jeito doce (tem um jeito tão doce)
O seu olhar é doce, doce
 
Mas gosta de boteco e de cerveja de garrafa
E nunca ligou pra toda fumaça que eu faço
E toda vez que eu relaxo
Eu imagino um mundo belo assim, com você do lado
 
Gosta de boteco e de cerveja de garrafa
E nunca ligou pra toda fumaça que eu faço
E toda vez que eu relaxo
Eu imagino um mundo belo assim, com você do lado
 
Gosta de boteco e de cerveja de garrafa
E nunca ligou pra toda fumaça que eu faço
E toda vez que eu relaxo
Eu imagino um mundo belo assim, com você do lado
 
Gosta de boteco e de cerveja de garrafa
E nunca ligou pra toda fumaça que eu faço
E toda vez que eu relaxo
Eu imagino um mundo belo assim, com você do lado
 
Gosta de boteco e de cerveja de garrafa
E nunca ligou pra toda fumaça que eu faço
E toda vez que eu relaxo
Eu imagino um mundo belo assim, com você do lado
 
Doce, cê tem um jeito doce
O seu olhar é doce, é doce

Fechar Letra

Despertador tocou, cadê o meu amor
Pra me dar o primeiro beijo do dia?
Na hora do café, cadê minha mulher
Que os meu desejos de cor sabia?
 
Eu tentei trabalhar, tá difícil concentrar
Fim de tarde é pior, ao se pôr o sol
Ela me esperava com o sorriso estampado na cara
Hoje o dia tá passando, a saudade apertando
E eu sozinho nessa casa
 
Ah, se essas paredes não falassem
Ah, se o travesseiro não contasse
Todas as noites de amor
Que eu vivi com você
 
Ah, se essa cama não lembrasse
Ah, se esse espelho mostrasse, você aqui
Pra eu conseguir dormir
 
Ah, se essas paredes não falassem
Ah, se o travesseiro não contasse
Todas as noites de amor
Que eu vivi com você
 
Ah, se essa cama não lembrasse
Ah, se esse espelho mostrasse, você aqui
Pra eu conseguir dormir

Fechar Letra

Ela não me deixa mais jogar meu futebol,
Ela não me deixa ir a praia tomar sol,
Me controlando, ela só tá me controlando.
 
Ela não me deixa mais tomar minha gelada,
Ela se invoca quando passa a mulherada,
Controlando, ela só ta me controlando,
 
Ela é ciumenta mas eu sou gamado nela,
Ela me amarra mas eu não vivo sem ela,
Não vivo não, vivo sem ela não.
 
Quando é proibido tudo é muito mais gostoso,
Quando a gente ama sempre é maravilhoso, sim,
Por isso eu quero ela pra mim!
 
Ela me controla,
Não sai da minha cola,
Minha gata é ciumenta,
É pior do que pimenta...

Fechar Letra

Cachorro, perigoso
Safado, carinhoso
E pronto pra te dar amor
Louco pra fazer amor
 
Cachorro, perigoso
Safado, carinhoso
E pronto pra te dar amor
Louco pra fazer amor
 
Tô sempre atrás de um rabo de saia
Também adoro cair na gandaia
Eu sou assim, eu sou assim
 
Conquistador, amante, apaixonado
Quero ser sempre uma mulher do meu lado
Só pra mim, só pra mim
 
Eu só não sou de ninguém
Sou como um passarinho
Livre, eu vivo voando de ninho em ninho
 
Cachorro, perigoso
Safado, carinhoso
E pronto pra te dar amor
Louco pra fazer amor
 
Cachorro, perigoso
Safado, carinhoso
E pronto pra te dar amor
Louco pra fazer amor
 
Tô sempre atrás de um rabo de saia
Também adoro cair na gandaia
Eu sou assim, eu sou assim
 
Conquistador, amante, apaixonado
Quero ser sempre uma mulher do meu lado
Só pra mim, só pra mim
 
Eu só não sou de ninguém
Sou como um passarinho
Livre, eu vivo voando de ninho em ninho
 
Cachorro, perigoso
Safado, carinhoso
E pronto pra te dar amor
Louco pra fazer amor
 
Cachorro, perigoso
Safado, carinhoso
E pronto pra te dar amor
Louco pra fazer amor
 
Pronto pra te dar amor
Lê Iê Iê Iê Iê Iêêêêê
 
Safado, carinhoso
Pronto pra te dar amor
Lê Iê Iê Iê Iê Iêêêêê

Fechar Letra
Pronto Pra Outra - Acústico (2016)

Pronto Pra Outra - Acústico (2016)

Sentei pra tomar uma cerveja
E caiu sobre a mesa o retrato dela
Da minha carteira
Não consegui segurar
Coração disparou e olhando pra ela
Meu mundo parou
 
Quando vi já tinha tomado 9
E o bom que na vida tudo se resolve
O fim de semana vem se aproximando
E a hora de voltar pra casa está quase chegando
Hora de matar saudades da nega
 
Ôouoh oouoh oouoh oouoh oouoh
Que saudade da nega
Que saudade da nega!
Que me leva ao céu, que me faz tão bem
Que me leva além do amor!
 
Quando vi já tinha tomado 9
E o bom que na vida tudo se resolve
O fim de semana vem se aproximando
E a hora de voltar pra casa está quase chegando
Hora de matar saudades da nega
 
Ôouoh oouoh oouoh oouoh oouoh
Que saudade da nega
Que saudade da nega!
Que me leva ao céu, que me faz tão bem
Que me leva além do amor!

Fechar Letra

A saudade mandou avisar,
Que a solidão vai judiar,
Do meu coração, que morre de paixão,
Por alguém que resolveu
Me abandonar.
(2x Refrão)
 
Oh, saudade...
Vai dizer pra solidão,
Deixar em paz meu coração.
E seguir o meu caminho.
Felicidade
Porque você me deixou?
Me tornando um escravo da dor.
Apaixonado, peito machucado,
E sem carinho.

Fechar Letra

A minha história é uma sequencia
Previsível de se apaixonar
Perdidamente loucamente me entregar
Completamente sem pensar
Pra pessoa errada
 
Esse sou eu
Tentando levantar da ultima rasteira
Tentando refazer a minha vida inteira
Mais uma pra contar das minhas besteiras
Será que tá escrito trouxa na minha testa
Tenho ímã pra gosta de quem não presta
 
Quebrei a cara pra variar
Olha eu voltando de novo pro bar
Saudade tá comendo solta
Copo na mão pronto pra outra

Quebrei a cara pra variar
Olha eu voltando de novo pro bar
Saudade tá comendo solta
Copo na mão pronto pra outra
Ai ai

(Compositores: André Vox, Helton Lima e Réne Lunna)

Fechar Letra

Por favor me leve para o hospital
Porque estou passando muito mal
Bebi... demais!
 
O enfermeiro me examinou e disse
Pra sua dor, aqui nada existe
É... Amor
 
Enfermeiro por favor
Como encontro a cura pr'essa dor
 
De beber já cansei
Em boteco morei
Lá não consegui curar
Meu remédio não tá la
Tem que ser por aqui
Que essa dor vai sumir
 Enfermeiro por favor
 Me ajude ou vou morrer de amor

Fechar Letra
Meu Destino - Ao Vivo em Gravataí (2016)

Meu Destino - Ao Vivo em Gravataí (2016)

Ôôô
Ô ô ô ô
Ô ô ô ô
iê iê
iê iê...
 
Vai,
Vai bater saudade, vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu tento te esquecer
O coração grita você
 
Vai,
Vai bater saudade, vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu peço pra esquecer
Eu rezo e choro por você
Ainda mais
 
Ô ô ô ô
Ô ô ô ô
iê iê
iê iê...
 
E agora sem você
É duro de entender
Que tudo se perdeu
Lembrar você e eu
Me bate o desespero
Amor sinto seu cheiro
Lembrança de nós dois
E tudo o que se foi
 
No nosso lençol
As suas digitais
Nossa primeira vez
Teu cheiro e muito mais
Se tudo tem resposta
Então me diz porque
Que mesmo tão distante
Eu faço planos com você
 
Vai,
Vai bater saudade, vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu tento te esquecer
O coração grita você
 
Vai,
Vai bater saudade, vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu peço pra esquecer
Eu rezo e choro por você
Aainda mais
 
Ô ô ô ô
Ô ô ô ô
iê iê
iê iê...
 
E agora sem você
É duro de entender
Que tudo se perdeu
Lembrar você e eu
Me bate o desespero
Amor sinto seu cheiro
Lembrança de nós dois
E tudo o que se foi
 
No nosso lençol
As suas digitais
Nossa primeira vez
Teu cheiro e muito mais
Se tudo tem resposta
Então me diz porque
Que mesmo tão distante
Eu faço planos com você
 
Vai,
Vai bater saudade, vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu tento te esquecer
O coração grita você
 
Vai,
Vai bater saudade, vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu peço pra esquecer
Eu rezo e choro por você
Ainda mais
 
Ô ô ô ô
Ô ô ô ô
iê iê
iê iê...
 
Ô ô ô ô
Ô ô ô ô
iê iê
iê iê

Fechar Letra

Eu que sempre tive aqui
Tô tentando ser feliz
Você é o que eu sempre quis
Mas eu sei que querer não é poder
 
Tô querendo amarrar
Esse amor pra nunca mais deixar
Eu sei fácil não vai ser
Mas ainda vou te conquistar
 
Demorei demais para achar você
Por isso eu não quero te perder
Vou te levar pra onde o sol se pôr
Pra concretizar o nosso amor
 
Mas se não consegue enxergar
O quanto eu quero te amar
Quero muito ser somente seu
Me escuta
Pelo amor de Deus
 
É você que eu
Há muito tempo espero
É tudo que eu quero
Sentir seu beijo
Sua boca em mim
Quero que você
Me entregue sua vida
Que a minha eu já te dei
 
É você que eu
Há muito tempo espero
É tudo que eu quero
Sentir seu beijo
Sua boca em mim
Quero que você
Me entregue sua vida
Que a minha eu já te dei
 
Eu que sempre tive aqui
Tô tentando ser feliz
Você é o que eu sempre quis
Mas eu sei que querer não é poder
 
Tô querendo amarrar
Esse amor pra nunca mais deixar
Eu sei fácil não vai ser
Mas ainda vou te conquistar
 
Demorei demais para achar você
Por isso eu não quero te perder
Vou te levar pra onde o sol se pôr
Pra concretizar o nosso amor
 
Mas se não consegue enxergar
O quanto eu quero te amar
Quero muito ser somente seu
Me escuta
Pelo amor de Deus
 
É você que eu
Há muito tempo espero
É tudo que eu quero
Sentir seu beijo
Sua boca em mim
Quero que você
Me entregue sua vida
Que a minha eu já te dei
 
É você que eu
Há muito tempo espero
É tudo que eu quero
Sentir seu beijo
Sua boca em mim
Quero que você
Me entregue sua vida
Que a minha eu já te dei
 
É você que eu
Há muito tempo espero
É tudo que eu quero
Sentir seu beijo
Sua boca em mim
Quero que você
Me entregue sua vida
Que a minha eu já te dei

Fechar Letra

Se ela tá pensando 
Que é a dona da parada
Ô coitada,
Ô coitada
 
Sabe de nada, inocente
Eu que sou o rei da madrugada
 
Sei que ela sai com as amigas
Que vai pra festa bombar
E com cara de ressaca
Vem tentando me enganar
 
Só posso ter cara de bobo
Ter jeito de trouxa
Mané, “boca aberta”
Mas isso eu não sou
 
Enquanto ela tá na balada
Se achando a gostosona
Me tirando pra babaca
Acha que eu tô na lona
Dançou
 
Enquanto isso
Eu tô com a rapaziada
Numa churrascada
Tomando gelada 
E amanhecemo na zona
 
Se ela tá pensando 
Que é a dona da parada
Ô coitada,
Ô coitada
Sabe de nada, inocente
Eu que sou o rei da madrugada
 
Se ela tá pensando 
Que é a dona da parada
Ô coitada,
Ô coitada
 
Sabe de nada, inocente
Eu que sou o rei da madrugada
 
Sei que ela sai com as amigas
Que vai pra festa bombar
E com cara de ressaca
Vem tentando me enganar
 
Só posso ter cara de bobo
Ter jeito de trouxa
Mané, “boca aberta”
Mas isso eu não sou
 
Enquanto ela tá na balada
Se achando a gostosona
Me tirando pra babaca
Acha que eu tô na lona
Dançou
 
Enquanto isso
Eu tô com a rapaziada
Numa churrascada
Tomando gelada 
E amanhecemo na zona
 
Se ela tá pensando 
Que é a dona da parada
Ô coitada,
Ô coitada
Sabe de nada, inocente
Eu que sou o rei da madrugada
 
Se ela tá pensando 
Que é a dona da parada
Ô coitada,
Ô coitada
Sabe de nada, inocente
Eu que sou o rei da madrugada
 
Se ela tá pensando 
Que é a dona da parada
Ô coitada,
Ô coitada
Sabe de nada, inocente
Eu que sou o rei da madrugada

Fechar Letra

Chega de Sofrência

Estou sentado no boteco esperando por ela
Eu liguei para ela, ela disse que vem
Se não vier eu ligo para uma amiga dela
Meto chifre nela e fica tudo bem

Nem pense em me fazer de oviário
Que eu te devolvo na mesma moeda
Se o meu tombo vai ser alto
O seu vai ser mais e sem paraquedas

Sofrer é para cachorro, chorar é só para os fracos
Eu já sofri demais, agora é taco a taco
Eu aprendi na dor e sei das consequências
Isso não quero mais e chega de sofrência

Estou sentado no boteco esperando por ela
Eu liguei pra ela, ela disse que vem
Se não vier eu ligo pra uma amiga dela
Meto chifre nela e fica tudo bem (x2)

Fechar Letra

Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca
 
Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca
 
Não foi fácil não
Me desapegar
Eu até pensei 
Isso não vai passar
 
Mas meu coração
Um dia acordou
Me balançou
Me sacudiu
E me libertou
 
Agora eu tô feliz
E tô vivendo em paz
A vida me mostrou
Que existe muito mais
 
Eu quero é viver
Tudo o que vier
E nunca mais sofrer
Se Deus quiser
 
Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca
 
Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca
 
Não foi fácil não
Me desapegar
Eu até pensei 
Isso não vai passar
 
Mas meu coração
Um dia acordou
Me balançou
Me sacudiu
E me libertou
 
Agora eu tô feliz
E tô vivendo em paz
A vida me mostrou
Que existe muito mais
 
Eu quero é viver
Tudo o que vier
E nunca mais sofrer
Se Deus quiser
 
Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca
 
Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca
 
Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca
 
Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca

Fechar Letra

É um desrespeito
Esse seu corpo
Esse seu jeito
Eu fico bobo
E não vejo defeito
Impossível de encontrar
 
É uma delícia
O meu corpo encaixado ao seu
Esse seu rosto colocado ao meu
O seu gosto eu quero provar
 
Ai meu Deus do céu
Se for um sonho
Me deixa, me deixa, me deixa
Eu não quero
Acordar...
 
Se dançando a gente encaixa
E o corpo se entende
Imagina aquela hora
O que vai ser da gente
Eu de dono do teu corpo
E você me possuindo
Acho que agora "cê" já sabe
O que eu tô sentindo
 
Tô querendo você, Tô querendo você
Me dê a mão, me dê a mão, me dê a mão
Tô querendo você, Tô querendo você
Não foge não, não foge não, não foge não
 
Ai meu Deus do céu
Se for um sonho
Me deixa, me deixa, me deixa
Eu não quero
Acordar...
 
Se dançando a gente encaixa
E o corpo se entende
Imagina aquela hora
O que vai ser da gente
Eu de dono do seu corpo
E você me possuindo
Acho que agora "cê" já sabe
O que eu tô sentindo
 
Tô querendo você, Tô querendo você
Me dê a mão, me dê a mão, me dê a mão
 
Tô querendo você, Tô querendo você
Não foge não, não foge não, não foge não
 
Tô querendo você, Tô querendo você
Me dê a mão, me dê a mão, me dê a mão
 
Tô querendo você, Tô querendo você
Não foge não, não foge não, não foge não

Fechar Letra

Se é pra ir para festa
Então vamo com força
Se é pra tomar trago
Então vamo de "apá"
Se é pra churrascada
Varemo três dias
E só "larguamo" o osso
Quando não aguentá
 
Se é pra gandaia
Vamo lá pras tia
Porque lá as prima
Vai recepcionar
Lá não "temo" hora
Pra volta pra casa 
Eu sempre tô cheio
De amor pra dar
 
Vamo, vamo, vamo se botá
Eu não tenho medo
Eu nunca tive medo
Eu não tenho segredo
E não vou frouxar
 
Vamo, vamo, vamo se botá
Eu não tenho medo
Eu nunca tive medo
Eu não tenho segredo
E não vou frouxar
 
Se elas pisca o "ôio"
Nós vamo pra cima
E que nem que "nóis"
Não tá fácil de achar
 
E se for num rodeio 
Nós monta a barraca
E deixa armada 
Pra elas relaxar
 
E se a paulera pega
Nóis parte pra cima
Não "semo" assustado
E vamo enfrentar
 
E se abre gaita
Nóis carca na vanera
E dança a noite inteira
Até o sol chegar
 
Vamo, vamo, vamo se botá
Eu não tenho medo
Eu nunca tive medo
Eu não tenho segredo
E não vou frouxar
 
Vamo, vamo, vamo se botá
Eu não tenho medo
Eu nunca tive medo
Eu não tenho segredo
E não vou frouxar
 
Vamo, vamo, vamo se botá
Eu não tenho medo
Eu nunca tive medo
Eu não tenho segredo
E não vou frouxar
 
Vamo, vamo, vamo se botá
Eu não tenho medo
Eu nunca tive medo
Eu não tenho segredo
E não vou frouxar

Fechar Letra

Senta aqui comigo chegou a hora
Temos umas coisas pra conversar
Lembra seu joão que a dona maria
Cantava contigo pra eu escutar
 
Lembro disso tudo querido filho
Era pra ensinar-te a primeira voz
E agora te vejo fazendo história
Saiba que um orgulho tu és pra nós
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Minha mãezinha com os olhos cheio d'água
Me ouvindo cantar
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Meu pai me deu, essa linda viola
E o dom de cantar
 
Meu filho querido nossos vizinhos
Que assim como nós te viram crescer
Te mandaram lembranças nesse recado
Que é pra você deles nunca esquecer
 
Oh meu velho pai tenha essa certeza
Guardo todos eles no coração
Em nossa amizade tem a beleza
Desta melodia desta canção
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Minha mãezinha com os olhos cheio d'água
Me ouvindo cantar
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Meu pai me deu, essa linda viola
E o dom de cantar
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Minha mãezinha com os olhos cheio d'água
Me ouvindo cantar
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Meu pai me deu, essa linda viola
E o dom de cantar

Fechar Letra

Ô mulher poderosa
Na rua ela não passa despercebida
Ô mulher poderosa
Não deixa ninguém se meter na sua vida
 
Ela trabalha e luta sozinha
Tem medo de nada
É forte pra valer
Não depende de homem pra nada
É linda e tudo ela sabe fazer
 
Quando chega final de semana
Se arruma e ninguém segura essa mulher
Ela adora dançar e fazer festa
Sair com as amigas
Zuar, tirar onda
Ela saber o que quer
 
É louca, louca, louca e fandangueira
Ela é dona da noite, de todas a primeira
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, a dona da vanera
 
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, de todas a primeira
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, a dona da vanera
 
Ô mulher poderosa
Na rua ela não passa despercebida
Ô mulher poderosa
Não deixa ninguém se meter na sua vida
 
Ela trabalha e luta sozinha
Tem medo de nada
É forte pra valer
Não depende de homem pra nada
É linda e tudo ela sabe fazer
 
Quando chega final de semana
Se arruma e ninguém segura essa mulher
Ela adora dançar e fazer festa
Sair com as amigas
Zuar, tirar onda
Ela saber o que quer
 
É louca, louca, louca e fandangueira
Ela é dona da noite, de todas a primeira
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, a dona da vanera
 
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, de todas a primeira
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, a dona da vanera
 
É louca, louca, louca e fandangueira
Ela é dona da noite, de todas a primeira
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, a dona da vanera
 
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, de todas a primeira
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, a dona da vanera

Fechar Letra
Ao Vivo La em Casa (2014)

Ao Vivo La em Casa (2014)

Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca
 
Não foi fácil não
Me desapegar
Eu até pensei 
Isso não vai passar
 
Mas meu coração
Um dia acordou
Me balançou, me sacudiu
E me libertou
 
Agora eu tô feliz
E tô vivendo em paz
A vida me mostrou
Que existe muito mais
 
Eu quero é viver tudo o que vier
E nunca mais sofrer
Se Deus quiser

Eu me desapeguei
E agora eu tô em outra
Eu tô vivendo de trago e beijo na boca

Fechar Letra

Ô, ô ô ô ô, ô ô ô ô, iê iê, eiê
 
Vai, vai bater saudade vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu tento te esquecer
O coração grita você
 
Vai, vai bater saudade vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu peço pra esquecer
Eu rezo e choro por você ainda mais
 
Ô ô ô ô, ô ô ô ô, iê iê, eiê
 
E agora sem você é duro de entender
Que tudo se perdeu, lembrar você e eu
Me bate o desespero, amor sinto seu cheiro
Lembrança de nós dois e tudo o que se foi
 
No nosso lençol as suas digitais
Nossa primeira vez, teu cheiro e muito mais
Se tudo tem resposta, então me diz porque
Que mesmo tão distante eu faço planos com você
 
Vai, vai bater saudade vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu tento te esquecer
O coração grita você
 
Vai, vai bater saudade vai
Vai doer no peito, vai
E quando eu peço pra esquecer
Eu rezo e choro por você ainda mais

Fechar Letra

"Não sou filho de pai assustado
e minha mãe é prima irmã da Mariana
quando nasci eu já vim esperneando
pois sabia que o mundo pra mim ia ser pequeno
e se é pra soltar o veneno,
Vamos se botá.. guriazada!"


Se é pra ir para festa
Então vamo com força
Se é pra tomar trago
Então vamo de "apá"
Se é pra churrascada
Varemo três dias
E só "larguemo" o osso
Quando não aguentá
 
Se é pra gandaia
Vamo lá pras tia
Porque lá as prima
Vem recepcionar
Lá não "temo" hora
Pra volta pra casa 
Eu sempre tô cheio
De amor pra dar

Vamo, vamo, vamo se botá
Eu não tenho medo
Eu nunca tive medo
Eu não tenho segredo
E não vou frouxar
Se elas pisca o "ôio"
Nós vamo pra cima
E que nem que "nóis"
Não tá fácil de achar
 
E se for num rodeio 
Nós monta a barraca
E deixa armada 
Pra elas relaxar
 
E se a paulera pega
Nóis parte pra cima
Não "semo" assustado
E vamo enfrentar
 
E se abre gaita
Nóis carca na vanera
E dança a noite inteira
Até o sol chegar

Vamo, vamo, vamo se botá
Eu não tenho medo
Eu nunca tive medo
Eu não tenho segredo
E não vou frouxar

Fechar Letra

Se ela tá pensando 
Que é a dona da parada
Ô coitada, Ô coitada
"Sabe de nada, inocente"
Eu que sou o rei da madrugada
 
Sei que ela sai com as amigas
Que vai pra festa bombar
E com cara de ressaca
Vem tentando me enganar
 
Só posso ter cara de bobo
Ter jeito de trouxa
Mané, “boca aberta”
Mas isso eu não sou
 
Enquanto ela tá na balada
Se achando a gostosona
Me tirando pra babaca
Acha que eu tô na lona,
 
 
Enquanto isso tô com a rapaziada
Numa churrascada
Tomando gelada 
e amanhecemo na zona

Se ela tá pensando 
Que é a dona da parada
Ô coitada, Ô coitada
"Sabe de nada, inocente"
Eu que sou o rei da madrugada

Fechar Letra

Eu que sempre tive aqui
Tô tentando ser feliz
Você é o que eu sempre quis
Mas eu sei que querer não é poder
 
Tô querendo amarrar
Esse amor pra nunca mais deixar
Eu sei fácil não vai ser
Mas ainda vou te conquistar
 
Demorei demais para achar você
Por isso eu não quero te perder
Vou te levar pra onde o sol se pôr
Pra concretizar o nosso amor
 
Mas se não consegue enxergar
O quanto eu quero te amar
Quero muito ser somente seu
Me escuta pelo amor de Deus
 
É você que eu há muito tempo espero
É tudo que eu quero
Sentir seu beijo, sua boca em mim
Quero que você me entregue sua vida
Que a minha eu já te dei
 

Fechar Letra

Quero voltar pra casa
Para viver tudo de novo
Quero ir na vila
E dar um abraço no meu povo
Matar a saudade que não me deixa em paz
Vou ficar pra sempre
E não vou sair jamais

Eu saí por aí sem destino
Andei, andei sem parar
Eu vivi um pouco de tudo
E a vida me fez lembrar
 
Como era bom estar em casa
Rolando com os cachorros na grama
Com os amigos no bar, na gelada
E depois descansar na minha cama
 
No outro dia ir pra cachoeira
Brincar e tomar banho de sol
Mais tarde andar de bicicleta
E depois jogar o futebol
 
Ô saudade, dos meus velhos pais
Desse tempo que não volta mais
 
Quero voltar pra casa
Para viver tudo de novo
Quero ir na vila
E dar um abraço no meu povo
Matar a saudade que não me deixa em paz
Vou ficar pra sempre
E não vou sair jamais (2x)
 

Fechar Letra

Hoje foi um dia diferente
Daqueles que surpreendem a gente
Tudo parecia tão normal
Eu nem imaginava como seria o final
 
Eu que procurei por tantas vezes
Dias, horas, semanas e meses
Em todos os lugares e não encontrei
Eu não entendia mas agora eu sei
 
Que Deus guardou algo especial pra mim
E o destino trouxe aqui
 
Um sábio me disse olhando em meus olhos
O que tiver de ser será
Na hora certa, tudo se ajeita
E ela vai, ela vai chegar
 
Um sábio me disse, Deus escreve certo
Sempre pelas linhas tortas
Nem esperava e hoje ela veio
E um anjo veio em minha porta
 

Fechar Letra

Ô mulher poderosa
Na rua ela não passa despercebida
Ô mulher poderosa
Não deixa ninguém se meter na sua vida
 
Ela trabalha e luta sozinha
Tem medo de nada
É forte pra valer
Não depende de homem pra nada
É linda e tudo ela sabe fazer
 
Quando chega final de semana
Se arruma e ninguém segura essa mulher
Ela adora dançar e fazer festa
Sair com as amigas
Zuar, tirar onda
Ela saber o que quer
 
É louca, louca, louca e fandangueira
Ela é dona da noite, de todas a primeira
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, a dona da vanera
 
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, de todas a primeira
E ela é louca, louca, louca e fandangueira
É a dona da noite, a dona da vanera
 

Fechar Letra

Vou embora sim
Mas vou deixar bem claro
Que é você quem quer
Não há ninguém no mundo
E só você mulher
Que eu Amo e infelizmente
Quero só pra mim
 
Vou embora sim
Mas deixe que a mala faço eu
Não cuide de mais nada
Se o amor morreu
Estou partindo agora
E sei do seu adeus
 
Sei que o tempo vai passar
E você vai se arrepender
Com a cara e a coragem
Vai querer saber
Se eu ainda te amo
Se eu ainda te quero, pra valer
 
Pelo amor de Deus
Pense direito e reflita
Já chorei demais
Não quero que isso se repita
Pelo amor de Deus
Se eu sair naquela porta
Não adianta ligar, eu não vou te escutar
Não vai ter volta (2x)
 

Fechar Letra

O meu cupido me deixou 
E me largou na mão
Todo mundo pega
Mas só eu que não
 
O meu cupido
Só pode tá chapado
Com os outros dá tudo certo
Comigo dá tudo errado
O meu cupido, acho que se mandou
Arrumou pra todo mundo e eu ele abandonou
 
Ele só pode tá brincando
Me tirando, castigando, me ferrando
Eu não consigo entender
Porque pra todo mundo é uma barbada
Só pra mim não sobra nada
Meu cupido, cê vai ver

O meu cupido me deixou 
E me largou na mão
Todo mundo pega
Mas só eu que não (2x)

O meu cupido
Só pode tá chapado
Com os outros dá tudo certo
Comigo dá tudo errado
O meu cupido, acho que se mandou
Arrumou pra todo mundo e eu ele abandonou
E por favor, vê se lembra de mim
Não posso ficar assim
Não pode me abandonar
Eu só quero alguém que me queira
Paro de pensar besteira
Tô cheio de amor pra dar

O meu cupido me deixou 
E me largou na mão
Todo mundo pega
Mas só eu que não (2x)

Fechar Letra

Eu cresci no interior,
No meio do mato
Eu vivia assim,
Acordava bem cedinho
Com os passarinhos cantando pra mim
 
Logo eu me levantava
E com a molecada saia a brincar
Jogo de bola de gude
Peão e bodoque era sem parar
 
Quanta saudade que sinto
Das tardes que ia para escola estudar
Aprender tudo aquilo
Que um dia o mundo iria mostrar
 
Quando voltava pra casa
A minha mãezinha estava a me esperar
Passava a mão em meu cabelo
E me alimentava sempre a me cuidar
 
Hoje depois de alguns anos
Aqui na cidade me pego a lembrar
De tudo que já passei
De tanta saudade começo a chorar
Sei que a vida não para
Que a vida não volta
Eu tenho que seguir
Mas se pudesse eu voltava
Para viver de novo tudo que vivi

Foram todas essas coisas
Que me deram forças para prosseguir
Trago esses ensinamentos
Como o rumo norte do meu ir e vir
 
Hoje passo ao meu filho
Isso que um dia meu pai me ensinou
Sou pai, amigo e companheiro,
O maior parceiro ele sabe que sou

E assim eu sigo em frente,
Semeando a esperança no meu caminhar
Vez enquanto volto lá,
Rever minha terra, é bom relembrar
 
Pois é mais feliz um homem,
Que olha pra trás e pode se orgulhar
Fiz desses ensinamentos meu rumo, meu norte
E vivo a cantar
 
Hoje depois de alguns anos
Aqui na cidade me pego a lembrar
De tudo que já passei
De tanta saudade começo a chorar
Sei que a vida não para
Que a vida não volta
Eu tenho que seguir
Mas se pudesse eu voltava
Para viver de novo tudo que vivi (2x)

Fechar Letra

É um desrespeito
Esse seu corpo, esse seu jeito
Eu fico bobo, e não vejo defeito
Impossível de encontrar
 
É uma delícia
O meu corpo encaixado ao seu
Esse seu rosto colocado ao meu
O seu gosto eu quero provar
 
Ai meu Deus do céu
Se for um sonho
Me deixa, me deixa, me deixa
Eu não quero acordar
 
Se dançando a gente encaixa
E o corpo se entende
Imagina aquela hora
O que vai ser da gente
Eu de dono do teu corpo
E você me possuindo
Acho que agora cê já sabe
O que eu tô sentindo
 
Tô querendo você, Tô querendo você,
Me dê a mão, me dê a mão, me dê a mão
Tô querendo, Tô querendo você,
Não foge não, não foge não, não foge não (2x)
 
 

Fechar Letra
Paixão (2003)

Paixão (2003)

Busquei alguém por toda noite
Com uma magia no olhar
E avisei pro coração
Toma cuidado não vai se apaixonar
Quando provei seu beijo doce
Meu coração acelerou
E ele disse não tem jeito
Ela já me enfeitiçou
 
Eu não tive forças pra me conter
Eu já cai na dela e agora eu quero ver
Não sou culpado por te amar
Culpado é o coração por se apaixonar
 
Ela pegou, pegou, pegou meu coração
Até tentei fugir
Ela pegou, pegou, pegou meu coração
Mas eu não resisti

Fechar Letra

Eu tô que tô no balanço da neguinha
Essa cara safadinha não me engana não senhor/
 
Ô nega quente que mexe com a alma da gente
Com essa cara sorridente tô maluco tô doidão
No sobe e desce e no mexe-mexe
Essa nega me enlouquece me arrebenta o coração
 
No saculejo da gaita essa neguinha me mata
Não para agora que isso tudo tá bem bom
Eu tô com ela e não abro hoje esse fogo eu apago
E levo ela pra debaixo do edredon
 
(No mexe-mexe da nega
Hoje eu quero essa nega quero essa neguinha
No mexe-mexe mexe da nega
Hoje eu quero essa nega essa nega é minha)

Fechar Letra

Passa os dias passa as noites
Passa horas e eu estou aqui sem você
A saudade está comigo
To tentando e não consigo mais te esquecer
 
 
/Você é a tatuagem que eu gravei na minha alma e coração
Você é o sonho lindo que eu vivo com loucura e paixão
 
Quanto sinto o seu corpo me aquecer
Teu abraço me aquece nesse instante
Nosso amor brilha mais do que o sol
Brilha mais que diamante
 
(És a tatuagem que gravei no coração
És a menina dos meus olhos
Meu universo de paixão)

Fechar Letra

Você chegou em minha vida
E mudou o meu viver
Me fez acreditar no amor
Que é tão bom um bem querer
Eu que vivia tão sozinho
Criei forças pra viver
Na ilusão de que esse amor
Não ia me fazer sofrer
Agora eu sei que eu errei em te querer
 
Amei demais você
Amei demais você
E mesmo assim
Você foi me esquecer (2x)
 
Agora eu sei que foi em vão
Todo esse amor que eu senti
A solidão parou aqui
E não me deixa te esquecer
Conto os minutos
Conto as horas
Conto os dias da semana
Quanto amor ardendo em chamas
Só não conto com você
Agora eu sei que eu errei em te querer

Fechar Letra

Como podem juras, beijos, horas de amor
Serem encaradas como algo sem valor
A ponto de chocar
Não posso acreditar
Vi que pra você foram momentos tão banais
E o que nós vivemos se deixou pra trás
E agora vem gritar
Que o nosso fim acaba de chegar
 
Você já sabia, então porque não falou
Omitindo essa decisão que tomou
Eu tô me sentindo muito triste, enganado
Você deveria ter me avisado
 
O mundo parou naquele lugar
Eu jamais pensei que fosse acabar
O mundo parou naquele lugar
Você não pensou e me fez chorar

Fechar Letra

Toda vez que eu retorno da estrada
Há lindos olhos de saudade me esperando
Alguém que adoça as amarguras
Igual as uvas mais maduras
Sorriso alegre porque estou voltando
 
Então os sonhos que reguei estando longe
Crescem no abraço que só essa mulher tem
Ri de feliz meu coração
Inigualável sensação
Ser a metade tão amada de outro alguém
 
Ainda que existam tempestades
Mudanças loucas infundadas do estio
A tenho sempre como um porto
Meu melhor sonho, meu conforto
O aconchego que me aquece contra o frio
Só mesmo alguém com esse brilho nos olhos
 
Vai me fazer envelhecer assim feliz
O meu destino está traçado
Com ela sempre ao meu lado
Está escrito e é o que todo mundio diz
Sempre ao meu lado, é o que todo mundo diz
 
Minha mulher
Uma canção eu fiz pra ti
Inspiração
Trouxe nos versos
O segredo da paixão

Fechar Letra

De manhã
Acordei, olhei pro lado
Não senti o teu perfume
Coração apaixonado
Sei que morre de ciúme
Ciúme da tua ausência e o medo de te perder
 
Sei que as vezes
Eu pareço uma criança
Neste meu jeito de ser
Te transmito insegurança
Te fazendo estremecer
E quando fico sozinho me arrependo por você
 
Olha pra mim
Não quero te ver chorando
Meu amor olha pra mim
Eu te amo e vou sofrer
Se o nosso amor chegar ao fim
Preciso mudar
 
Olha pra mim
Quero o brilho dos teus olhos
Meu amor olha pra mim
Desconheço em minha vida outro momento ruim
Que te ver chorar
 
Vejo em ti
Essa lágrima que cai por minha mediocridade
Me perdoa, farei tudo por nossa felicidade
E a felicidade apenas é feita pra se viver

Fechar Letra

Se eu tivesse o seu amor eu ficaria
E enfrentaria o mundo ao seu lado
Se eu tivesse o seu amor 
Também seria o homem mais apaixonado
 
Mas você já não me olha com desejo
E o seu beijo não é mais como era antes
Onde anda a paixão
Que inflamava o coração de dois amantes
 
Se eu tivesse o seu amor
Eu não iria mais sofrer
E esta solidão constante
Não iria acontecer
Se você não se afastasse
Pra esconder o seu olhar
Eu não tinha que chorar
Se eu tivesse o seu amor
Cuidando do meu coração
Eu deixava a minha vida
Eternamente em suas mãos
Não teria que passar
O tempo sendo um sonhador
Se eu tivesse o seu amor

Fechar Letra

Ela quer me dar, ela quer me dar
Ela quer me dar um pouco do seu amor
Ela quer me dar, ela quer me dar
Ela quer me dar um pouco do seu amor
 
Minha vizinha tá me olhando diferente
Ela diz que tá carente chego até a me arrepiar
De mini-saia ela vem no meu portão
Me chama de coração faz de tudo pra agradar
Me faz "zóinho" joga beijo e faz beicinho
Tá achando que eu sou peixe tá querendo me fisgar
Bunda empinada fica só se insinuando
Eu já to]ô desconfiando
Que a vizinha quer me dar
 
Um outro dia eu tava lavando a calçada
Ela tava endiabrada e já veio me provocar
Eu dava duro pra limpar toda sujeira
Jogo água com mangueira ela vem me cutucar
Vem e me diz que eu pareço um bombeiro
Diz que quer minha mangueira pro seu fogo apagar
Dou uma de bobo e de assunto vou mudando
Mas já tô desconfiando que a vizinha quer me dar
 
Minha vizinha vive fazendo proposta
Diz que tem a vida mansa e ganha cem "milhão" por mês
Não falta nada o que é dela é meu também
Dinheiro carro importado e uma vida de burguês
Diz que é fogosa e que faz tudo que é carinho
Barba cabelo e bigode que pra mim ficar freguês
Não falo nada mas já tô desconfiando
Quer que eu faça com ela 
O que o Adão com Eva fez

Fechar Letra

Senta aqui comigo chegou a hora
Temos umas coisas pra conversar
Lembra seu joão que a dona maria
Cantava contigo pra eu escutar
 
Lembro disso tudo querido filho
Era pra ensinar-te a primeira voz
E agora te vejo fazendo história
Saiba que um orgulho tu és pra nós
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Minha mãezinha com os olhos cheio d'água
Me ouvindo cantar
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Meu pai me deu, essa linda viola
E o dom de cantar
 
Meu filho querido nossos vizinhos
Que assim como nós te viram crescer
Te mandaram lembranças nesse recado
Que é pra você deles nunca esquecer
 
Oh meu velho pai tenha essa certeza
Guardo todos eles no coração
Em nossa amizade tem a beleza
Desta melodia desta canção
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Minha mãezinha com os olhos cheio d'água
Me ouvindo cantar
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Meu pai me deu, essa linda viola
E o dom de cantar
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Minha mãezinha com os olhos cheio d'água
Me ouvindo cantar
 
Quanta saudade do meu povo a minha terra
O meu lugar
Meu pai me deu, essa linda viola
E o dom de cantar

Fechar Letra

Saudades de te ter
Saudades de sentir
Saudades de te ter bem aqui pertinho de mim
 
Tens o verde mais lindo nos olhos
Tua boca tem o doce mais doce
Dentre os sonhos que sonhei
Neste a esperança eu plantei
 
A distância entre nós é tão grande
Eu sinto falta dos carinhos teus
A saudade está machucando
Eu preciso logo te encontrar
Quando eu te rever novamente
Vou poder ser feliz de verdade
Partilhar contigo alegria
E poder matar esta saudade
 
Saudades de te ter,
Saudades de sentir
Saudades de te ter
bem aqui pertinho de mim

Fechar Letra

Nesta melodia minha flor
Te cantei saudade escondendo a dor
Nesta melodia minha flor
Te cantei saudade te cantei amor
 
Derramei poesia numa canção
Enxugando acordes afinados ao violão
Dedilhei o meu carinho minha ilusão
Sentindo harmonia e a saudade de uma paixão
 
E tu foi me envolvendo em plena magia
Fostes minha melodia
Fostes minha inspiracão
E ao som desta canção afinada
Canto a saudade danada para tocar teu
Coração
 
Lancei amor contra o vento
Melodias no ar
Tocando meu sentimento
Toco e sinto teu olhar
E como lamento

Fechar Letra

INSTRUMENTAL

Fechar Letra
No Sul do Meu País (1996)

No Sul do Meu País (1996)

É no buchicho das noites campeiras 
Que me cutuca a paixão fandangueira 
É no balanço da velha cordeona 
Que o meu coração se emociona 
Quando eu canto essa vaneira 
 
Essa vaneira não tem preconceitos 
É galponeira e merece respeito 
Essa vaneira com passo campeiro 
Esse coração brasileiro 
Que eu carrego no meu peito 
 
É lá no sul, é lá no sul do meu país 
Que a vaneira faz a nossa gente mais feliz 
É lá no sul, é lá no sul do meu país 
Que a vaneira faz a nossa gente mais feliz 
 
Essa vaneira é da cor da bandeira 
Que simboliza a nação brasileira 
Essa vaneira com passo mais belo 
Que o canto verde e amarelo 
Da peonada dançadeira 
 
Essa vaneira não tem preconceitos 
É galponeira e merece respeito 
Essa vaneira com passo campeiro 
Esse coração brasileiro 
Que eu carrego no meu peito 
 
É lá no sul, é lá no sul do meu país 
Que a vaneira faz a nossa gente mais feliz 
É lá no sul, é lá no sul do meu país 
Que a vaneira faz a nossa gente mais feliz(2x)

Fechar Letra

Teus brancos cabelos, que o tempo cobriu
Com a prata parida de amor a teus filhos
Saudades do velho que cedo partiu
Ficastes sozinha seguiste teu trilho
 
Se filhos criados, trabalhos dobrados
Te fazem pensar que o amor não cansou
Seguido te vejo, com olhos molhados
Olhando este homem, que um dia embalou
 
(Descansa mãe velha te senta ao meu lado
Que o mate está quente e o teu coração
São brasas ardentes fiquemos calados
Desfruta esta voz segure em tuas mãos)
 
Por este me esqueço de tudo falar
É porque a vida me fez já tão quieto
Mas quando no berço enxergo meus piás
Aquece meu peito teus grandes afetos
 
E este teu filho que em teu seio cresceu
Conhece o amor o mundo e a rua
E já se fez pai sabendo amar os seus
E agora adormece em teu colo
 
(Descansa mãe velha te senta ao meu lado
Que o mate está quente e o teu coração
São brasas ardentes fiquemos calados
Desfruta esta voz segure em tuas mãos, em tuas mãos)

Fechar Letra

É no Baco do Balacobaco 
bate o pico e vai no bafo tá ficando bão 
É no Baco do Balacobaco 
bate o pico e bate o taco nesse vanerão(2x) 
 
O Baco é chegado num vinho Balaco num vanerão 
todo dia no barraco manda fazer um quentão 
num balanço de macaco se amanhece no trancão 
mais que lindo esse trabaio de jogar baraio 
tocar gaita e violão 
 
É no Baco do Balacobaco 
bate o pico e vai no bafo tá ficando bão 
É no Baco do Balacobaco 
bate o pico e bate o taco nesse vanerão(2x) 
 
O Baco pegou um caneco bebia e dava soluço 
Balaco no oito baixo arrotava de pinguço 
gritava no sacolejo chegava dar um repucho 
é vanera muié e bebedeira bem no estilo gaúcho 
 
É no Baco do Balacobaco 
bate o pico e vai no bafo tá ficando bão 
É no Baco do Balacobaco 
bate o pico e bate o taco nesse vanerão(2x) 
 
O Baco pegou um caneco bebia e dava soluço 
Balaco no oito baixo arrotava de pinguço 
gritava no sacolejo chegava dar um repucho 
é vanera muié e bebedeira bem no estilo gaúcho 
 
O Baco me passe o frasco Balaco puxe a vanera 
no cabo de um oito baixo no estilo da fronteira (3x)

Fechar Letra

Vou levar junto comigo a vontade de ficar 
E sentir o tempo todo o desejo deste olhar
Nossas tardes na varanda o aceno no portão
Como é triste a despedida bate forte o coração
 
(Quando estou longe do rancho
A saudade dói no peito
Sinto a falta do teu corpo
Teus carinhos e teu jeito)
 
A saudade é companheira mas nós temos que agüentar
Isso é coisa passageira nada vai nos separar
Pra se amar não tem momento mas nos temos que aprender
Que é o eterno sentimento de se dar e receber
 
(Quando estou longe do rancho
A saudade dói no peito
Sinto a falta do teu corpo
Teus carinhos e teu jeito)

Fechar Letra

Mas que surungo tchê 
Bem bom pra se dançar 
Com a china linda 
Eu quero saracotear 
 
Entrei num baile bem cedo só pra ver 
Se achava algum cambicho pra poder 
Dançar a noite inteira sem parar 
O que eu quero e farrear 
Com a china dançadeira me entrevero 
Sou o primeiro da sala e não espero 
 
[x2] 
Nesse surungo campeiro quem não folga é o gaiteiro 
E com essa prenda eu me acolhero 
 
[x2] 
Mas que surungo tchê 
Bem bom pra se dançar 
Com a china linda 
Eu quero saracotear 
 
Mas que surungo bem, bueno companheiro 
Gosto de dançar e tô muito faceiro 
E não importa o tamanho do salão 
O que eu quero é vanerão 
Nesse fandango animado de verdade 
De certeza vai deixar muita saudade 
 
[x2] 
Nesse surungo campeiro quem não folga é o gaiteiro 
Que é bueno barbaridade 
 
[x2] 
Mas que surungo tchê 
Bem bom pra se dançar 
Com a china linda 
Eu quero saracotear

Fechar Letra

Se foi exatamente no momento em que se foi
Teus olhos negros de tão lindos me deixou
Uma saudade que partiu meu coração
E não vou agüentar esperar você voltar
Volta logo pra mim minha prenda
 
(E o nosso amor
Vai estar do mesmo jeito que você deixou
E eeioo meu amor ainda não voltou)
Mas sei que vai voltar)

Fechar Letra

Falam que sou calavera falam pelos cotovelos 
Só porque rodeio a china e uns dois ou tres pernero 
Falam que eu sou mamau que ando rolando na sarjeta 
E não tenho medo do diabo e ele comigo não se meta 
 
E eu sou filho do vento cruza com temporal 
No galinheiro sou galo, na troplilha eu sou bagual 
E eu sou filho do vento cruza com temporal 
No galinheiro sou galo, na troplilha eu sou bagual 
 
Falem bem ou falem mal, falem o que bem quizer 
Se não me achar num fandango eu tô meio das muié 
Falem bem ou falem mal, falem o que bem quizer 
Se não me achar num fandango eu tô meio das muié 
 
Cato o laço e gineteio os potro metido a macho 
Se o sangue vai pra cabeça perco o juizo e sai de baixo 
Não me agarro com santinho, nunca procurei doutor 
Eu sou mesmo é bagacera e que silencie os falador 
 
E eu sou filho do vento cruza com temporal 
No galinheiro sou galo, na troplilha eu sou bagual 
E eu sou filho do vento cruza com temporal 
No galinheiro sou galo, na troplilha eu sou bagual 
 
Falem bem ou falem mal, falem o que bem quizer 
Se não me achar num fandango eu tô meio das muié 
Falem bem ou falem mal, falem o que bem quizer 
Se não me achar num fandango eu tô meio das muié

Fechar Letra

Eu não sei o que fazer porque estás tão longe assim 
Volte por favor, meu bem não se afaste mais de mim 
Eu não sei o que fazer porque estás tão longe assim 
Volte por favor, meu bem não se afaste mais de mim 
 
Minha vida é esperar você voltar a cada instante 
O tempo parece não passar ter você aqui é importante 
Quando você voltar, vou recuperar o tempo distante 
 
Eu não sei o que fazer porque estás tão longe assim 
Volte por favor, meu bem não se afaste mais de mim 
Eu não sei o que fazer porque estás tão longe assim 
Volte por favor, meu bem não se afaste mais de mim 
 
Mas tudo vai passar por isso não vou chorar esta saudade 
A distância trás certeza e mostra a grandeza e o amor de verdade 
Sei que logo você vai vir pra me fazer sorrir de felicidade 
 
Eu não sei o que fazer porque estás tão longe assim 
Volte por favor, meu bem não se afaste mais de mim 
Eu não sei o que fazer porque estás tão longe assim 
Volte por favor, meu bem não se afaste mais de mim

Fechar Letra

Venha ver o que é o balanço campeiro 
Sacode levanta poeira e já tá pronto o intreveiro 
Sacode levanta poeira e já tá pronto o intreveiro 
 
Vai que vai companheiro o que importa é alegria 
Esse balanço gaúcho é pra dançar da noite ao dia 
Vai que vai companheiro o que importa é o coração 
Esse é o som do Rio Grande vem dançar nossa canção 
 
Venha ver o que é o balanço campeiro 
Sacode levanta poeira e já ta pronto o intreveiro 
 
Não precisa ser gaúcho para entrar na nossa dança 
Basta gostar de alegria e apreciar nossa festança 
Vai que vai companheiro o que importa é o coração 
Esse é o som do Rio Grande vem dançar nossa canção

Fechar Letra

Sopra um vento forte que é do norte escureceu
Os galhos açoitam as paredes do galpão
Relâmpagos no céu tomam formas de raiz
E trovões tão fortes que estremecem até o chão
 
/A noite encobre o dia e assusta a peonada
Cavalos galopam loucos pelo campo em disparada
Curvam-se as macegas como quem faz reverência
Credo e cruz meu Deus que tempo feio/
 
(Depois do temporal as folhas tem tom especial
Homens e animais ficam serenos e lavados de todo mal)

Fechar Letra

INSTRUMENTAL

Fechar Letra

INSTRUMENTAL

Fechar Letra
Criação de Sites - Agência Maya